Em 2008, o autor e pesquisador britânico Richard Susskind publicou um livro que se tornou imediata referência no estudo da relação entre Direito e tecnologia.

Ao profetizar a mercantilização e a consequente transformação de uma das mais tradicionais profissões ante os incontornáveis avanços da tecnologia da informação, Susskind tornou-se herege para alguns, e visionário para outros. Sua obra é daquelas que nos tiram da zona de conforto, pois apresenta uma questão que, se é angustiante para nós advogados, pode ser vista como redentora para outros nichos da sociedade: chegará o dia em que os advogados serão desnecessários?

Leia o artigo todo no site Migalhas